Noticias sobre o Documentário

12301664_927169984033005_3781632226911669914_nJornal Publico

Há um documentário que desvenda parte da Lisboa romana por debaixo dos nossos pés

O documentário Fundeadouro Romano em Olisipo, de Raul Losada, inclui uma recriação em três dimensões da cidade na época romana. O ponto de partida para o trabalho foi uma notícia do PÚBLICO sobre escavações arqueológicas na Praça D. Luís I.

http://www.publico.pt/local/noticia/ha-um-documentario-que-quer-desvendar-a-lisboa-romana-por-debaixo-dos-nossos-pes-1715785

Jornal OnLine Observador

Olisipo. O vídeo que mostra como era Lisboa no tempo dos romanos
30/11/2015, 11:24    4.501 PARTILHAS
Descobertas arqueológicas feitas na Praça D. Luís I em Lisboa permitiram reconstruir a cidade durante a época romana. O documentário “Fundeadouro Romano em Olisipo” criou as imagens em 3D.

http://observador.pt/2015/11/30/olisipo-video-mostra-era-lisboa-no-tempo-dos-romanos/

Anúncios

Exibição em Ílhavo – Museu Marítimo de Ílhavo, 21 de Outubro.

No dia 21 de outubro, vai ser apresentado no auditório do Museu Marítimo de Ílhavo, no âmbito da programação do seminário anual “Desafios Do Mar Português”, este ano com o tema “Portos, Paisagens Portuárias e Economia do Mar”, o documentário “Fundeadouro Romano em Olisipo – O Porto de Lisboa em Época Romana”.

Cartaz_DOC_Final_Web

Seminário Desafios do Mar Português

O conceito de Seminário Desafios do Mar Português, criado pelo CIEMar-Ílhavo em 2012, tem já lugar bem marcado na agenda nacional de debates sobre a relação de Portugal com o Mar. Numa altura em que se discute a redefinição do “mar português”, numa perspetiva essencialmente económica e geopolítica, continuamos a promover momentos de reflexão e discussão em torno de temas de cultura marítima. Trata-se de temas que pela sua atualidade e centralidade no debate público e pela sua importância histórico-cultural, mostram-se socialmente relevantes para a promoção de uma educação informal e contribuem para a construção cívica de uma cultura marítima.
A IV edição do seminário Desafios do Mar Português será dedicada ao tema “Portos, Paisagens Portuárias e Economia do Mar”. O Seminário contará com a parceria do Centro de Investigação Transdisciplinar «Cultura, Espaço e Memória» (CITCEM) da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e da APA – Administração do Porto de Aveiro, S.A., cujo arquivo histórico em depósito no CIEMar-Ílhavo.
Os portos são elementos de ligação ao mar. Lugares de partida e de chegada, de gentes do mar e de transmissão de culturas. A proximidade de um porto sempre foi motivo de progresso, sendo a sua evolução histórico-social elucidativa do meio envolvente. Mais locais ou mais nacionais, os portos de hoje são elos estratégicos de ligação de vários sectores e agentes privilegiados do desenvolvimento.

Mais informação em: http://www.museumaritimo.cm-ilhavo.pt/

Inscrições: ciemar.mmi@cm-ilhavo.pt com os seguintes dados: nome, profissão, instituição e contactos.
Inscrições abertas até 19 de outubro de 2015

Mensagens sobre o documentário

Mensagens recolhidas da pagina de Facebook do documentário
e emails recebidos sobre o documentário

Cartaz_DOC_Final_Web

***

Sabia que foi feito com grande profissionalismo e generosidade, mas conseguiu ainda superar as minhas expectativas. Muitos parabéns pelo empenho e pelos resultados, espero que o seu trabalho tenha a divulgação e o sucesso que merece.

Pedro Albuquerque

Foi um evento excelente. Parabéns a todos os que colaboraram neste extraordinário trabalho. O documentário é aliciante, o enquadramento com a cidade é fenomenal, a animação 3D do César Figueiredo é deslumbrante, as reconstituições são simples mas muito interessantes. Gostava muito que tivesse honras de passar na RTP 1 em horário “decente”. Obrigado por remarem contra maré neste país onde a cultura é vista como “um mal menor”. Espero que tenham oportunidade de fazer muitas mais coisas destas.

Jorge Cordeiro

Excelente trabalho. Parabéns a toda a equipa. Pela “sala cheia” se pode constatar que os portugueses estão sequiosos de acções como esta.

Isabel d’Orey Castro

Uma prévia declaração de interesses… O realizador é meu sobrinho e a quem me ligam laços de muito amor e amizade…. Tentando abstrair tal constrangimento; gostei imenso, é um documentário envolvente e bem estruturado; uma excelente mais valia histórica para a melhor compreensão das nossas raízes e da nossa Cidade …

Rui Manuel Coutinho

Dou os parabéns pelo projecto e pela coragem de o levar avante. Gostei muito e adoraria poder ver mais sobre Portugal, temos tanta história e tão poucas iniciativas como esta.

Acho que o seu documentário merece estar em exibição  numa sala de cinema tanto ou mais que muitos dos filmes que lá estão. Acredito que o público possa ser envolvido para o ajudar a desenvolver mais documentários como. Acho que assim como eu, outras pessoas, pagariam um valor para ver o documentário se soubessem que serviria para financiar iniciativas como a sua.

Mafalda Machado

Parabéns a todos que de certa forma contribuíram para este documentário fantástico. A todos uma salva de palmas!

Carla Raposa Martinez

Fomos em contra-relógio de Coimbra para Lisboa para assistir à estreia deste excelente documentário e voltámos sem um único ressentimento por esse esforço. O documentário ‘Fundeadouro Romano de Olisipo’ é uma prova da resiliência desta geração de gente que não admite que o dinheiro seja limitativo para a criatividade, para a produção de produtos culturais ou para a luta por aquilo em que se acredita. Neste caso específico, uma luta que me diz muito, a defesa de um património histórico e cultural livre, sem embargos e, acima de tudo, Público! Um abraço especial ao César Figueiredo pelo excelente trabalho na reconstrução virtual da Lisboa romana. Este é um trabalho de referência para a Arqueologia em Portugal.

Carlos Carpetudo

Obrigado por este Documentário, Raul Losada e a todos os “construtores” deste enorme contributo para o conhecimento do que, no final de contas, faz parte da nossa História! Que hajam mais acções destas! Precisamos disto!!Obrigado!

André Brazio

Gostei muito de assistir ao filme. Parabéns a toda a equipa!!

Fátima Raimundo

Parabéns a todos pelo excelente trabalho.

Alexandra Estorninho

Muitos parabéns pelo magnífico trabalho desenvolvido! Gostei muito de ver o documentário e de testemunhar a riqueza do nosso património histórico. Fiquei muito impressionada com o trabalho árduo que é necessário realizar para se dar a conhecer parte da nossa historia.

Ana Rita Nunes

Gostei bastante, continuem esse belo trabalho. Parabéns!

Ana Paula Nunes

Gostei muito, um belo trabalho de equipa!

José Gaspar

Estreia com lotação esgotada no Museu Nacional de Arqueologia

Decorreu no dia 10 de Outubro, no Salão Nobre do Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa,  a estreia do Documentário “Fundeadouro Romano em Olisipo – O porto de Lisboa em época romana.

IMG_4534 (2)

O Director do Museu Nacional de Arqueologia, Dr António Carvalho, Raul Losada, autor do documentário, Miguel Lago da Era-Arqueologia, produção associada no filme e Cesar Figueiredo responsável pela recriação arqueológica 3D do documentário.

Perante uma assistência superior a 350 pessoas, e que encheu por completo a nobre sala da arqueologia Portuguesa.

Salão Nobre do Museu Nacional de Arqueologia, esgotado para a estreia do documentário..

Salão Nobre do Museu Nacional de Arqueologia, esgotado para a estreia do documentário..

Queria deixar a todos os presentes as nossas mais sentidas palavras de agradecimento,

Como produtor e autor deste filme foi um realizar de um sonho, apesar de todas as adversidades, consegui com o César Figueiredo, autor do recriação arqueológica  3D, e toda equipa que me acompanha levar a bom porto este documentário.

Raul Losada e César Figueiredo

Raul Losada e César Figueiredo

Deixamos uma marca, mostramos que é possível, que vale a pena divulgar a nossa cultura, e que existe ainda muito para contar e divulgar.

 

Esperemos que o documentário atinja projecção internacional e seja visto por muitas e muitas pessoas. Esse é o principal objectivo.

Obrigado a todos que com a vossa presença e mensagens de incentivo nos proporcionaram um grande dia e uma enorme realização.

Raul Losada

A estreia do Documentário com Lotação Esgotada.

A estreia do documentário “Fundeadouro Romano em Olisipo” no próximo dia 10 de Outubro de 2015 no Museu Nacional de Arqueologia tem a sua Lotação Esgotada.

Lotação Esgotada

Ilustração arqueológica e animação digital 3D no DOC.

Ilustração arqueológica e animação digital 3D

Por César Figueiredo

 

A colaboração com o projecto Portugal Romano (produção associada no documentário),  tem-me dado a oportunidade de dar continuidade a uma enorme paixão: o estudo, pesquisa e representação do mundo antigo, em especial a época romana.

É com extrema simpatia e empenho que agarro cada oportunidade de colaborar com este projecto, dando-me uma enorme sensação de realização e satisfação.

O convite vindo directamente de Raul Losada para integrar a equipa técnica do documentário que está a ser realizado foi uma excelente surpresa que aceitei com muito entusiasmo e, é com enorme responsabilidade que estou a desempenhar a enorme tarefa de recriar os cenários virtuais que irão aparecer ao longo do documentário.
O trabalho conta com a criação de um mapa que irá aparecer em alguma encenações da antiguidade. Para tal, recorri ao mapa de Heródoto para ter uma base para o meu trabalho.

Mapa_amostra

Tive especial atenção ao aspecto final. A ideia passa obrigatoriamente por  parecer um mapa autentico, só assim será credível nas recriações.

Outra proposta do realizador foi a de criar algumas cenas com um navio romano do tipo corbita para ilustrar as importações e exportações de produtos.

Corbita_amostra

 

Lisboa foi em época romana uma cidade eminentemente portuária e a representação virtual de um navio mercante ajuda os espectadores a compreenderem de facto com é que os vários produtos que chegavam a Olisipo eram transportados.

Algumas cenas 3D de ânforas foram adicionadas para que os espectadores possam ver como é que o vinho, o azeite ou os preparados de peixe eram transportados nos tipos de ânforas mais comuns para o efeito.

Anforas_amostra

 

A tarefa mais hercúlea devido ao desafio enorme que me está a proporcionar, bem como aos vários colaboradores e arqueólogos, é a recriação integral da cidade de Lisboa em época romana. Os vários estudos arqueológicos permitem neste momento ter uma ideia
sobre o aspecto da cidade, a sua dimensão  Cidade_amostra
e urbanismo. A localização dos principais edifícios, o teatro, o fórum, os edifícios termais, o circo e a muralha, permitem pela primeira vez ensaiar um vasto modelo 3D do
aspecto de Olisipo.
A realização deste enorme trabalho vai permitir a todos os espectadores ter uma visão nunca antes vista sobre o Portugal romano e é a primeira vez que está a ser realizado um projecto tão ambicioso como este. A minha tarefa é a de levar a ilustração
cientifica e a visualização de património a todos que a queiram ver e, através dela, terem uma interpretação credível daquele passado.

Veja o Making-of da proposta de reconstituição arqueológica virtual da cidade romana de Olisipo (Lisboa)