Estreia com lotação esgotada no Museu Nacional de Arqueologia

Decorreu no dia 10 de Outubro, no Salão Nobre do Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa,  a estreia do Documentário “Fundeadouro Romano em Olisipo – O porto de Lisboa em época romana.

IMG_4534 (2)

O Director do Museu Nacional de Arqueologia, Dr António Carvalho, Raul Losada, autor do documentário, Miguel Lago da Era-Arqueologia, produção associada no filme e Cesar Figueiredo responsável pela recriação arqueológica 3D do documentário.

Perante uma assistência superior a 350 pessoas, e que encheu por completo a nobre sala da arqueologia Portuguesa.

Salão Nobre do Museu Nacional de Arqueologia, esgotado para a estreia do documentário..

Salão Nobre do Museu Nacional de Arqueologia, esgotado para a estreia do documentário..

Queria deixar a todos os presentes as nossas mais sentidas palavras de agradecimento,

Como produtor e autor deste filme foi um realizar de um sonho, apesar de todas as adversidades, consegui com o César Figueiredo, autor do recriação arqueológica  3D, e toda equipa que me acompanha levar a bom porto este documentário.

Raul Losada e César Figueiredo

Raul Losada e César Figueiredo

Deixamos uma marca, mostramos que é possível, que vale a pena divulgar a nossa cultura, e que existe ainda muito para contar e divulgar.

 

Esperemos que o documentário atinja projecção internacional e seja visto por muitas e muitas pessoas. Esse é o principal objectivo.

Obrigado a todos que com a vossa presença e mensagens de incentivo nos proporcionaram um grande dia e uma enorme realização.

Raul Losada

Documentário “Fundeadouro Romano em Olisipo”

Fundeadouro Romano em Olisipo

O Porto de Lisboa em Época Romana

 

Ao longo dos últimos dois anos, numa parceria com a ERA Arqueologia temos vindo a desenvolver um documentário sobre o porto romano de Olisipo.

O documentário leva-nos numa viagem ao porto romano de Olispo, a Lisboa romana. Uma importante descoberta arqueológica, efectuada durante a construção de um parque de estacionamento na Praça D. Luís I, em Lisboa, é o ponto de partida por uma viagem sobre as importantes relações marítimas e comerciais da antiga Olisipo.

Achados em estudio 4

Os trabalhos arqueológicos levaram à descoberta de um Fundeadouro de época romana, datado entre séculos I a.C. e século V d.C. Este é um local de características únicas no contexto arqueológico da cidade de Lisboa.

Em época romana este lugar seria uma pequena baía onde os navios romanos fundeavam no trânsito de cargas e passageiros, onde deixaram cair ao rio mercadorias que transportavam ou até se libertaram delas.

A análise dos materiais recolhidos no fundeadouro podemos recolher informações das relações marítimas de Olisipo com o Império, a sua relação com as actividades de produção de produtos piscícolas, a olaria romana lusitana na produção de ânforas, a cerâmica fina de importação, os produtos comercializados para exportados e importação pela cidade romana ao longo de meio milénio.

O filme, da autoria de  Raul Losada, é um trabalho, em muito aspectos inédito e inovador no panorama audiovisual português na temática da arqueologia.

MVI_0346

As propostas de ilustração e reconstituição arqueológica virtual 3D foram realizadas por César Figueiredo, tendo por base um vasto  trabalho de pesquisa, consultas  e reuniões, com diversos arqueólogos e especialistas na história da cidade.

Mapa_amostra

 

Veja o trailer em:
 

 

O Porto de Lisboa em Época Romana – The Port of Lisbon in Roman Times

Time Land Films • Telf: (+351) 915161112 • TimeLandFilms@gmail.com